Plantas para polinizadores em estradas dos EUA[ 1 min ]

Um novo programa de concessão federal visa atrair polinizadores para milhões de hectares abertos ao longo de estradas americanas.

Por: Lenore T. Adkins | Share America | 16 junho 2022.

O Programa de Eliminação de Plantas Invasoras, financiado pelo Departamento de Transportes dos EUA, ajudará funcionários do governo e tribos nativas americanas a erradicar plantas invasoras e substituí-las por gramíneas nativas e flores silvestres que atraem abelhas, borboletas monarcas e outros polinizadores.

Uma borboleta-monarca ingere o néctar de uma asclépia-do-brejo em Minnesota (© Ann Heisenfelt/AP Images)

Os polinizadores ajudam a manter os ecossistemas saudáveis. Porém, polinizadores selvagens, incluindo a borboleta-monarca e várias espécies de abelhas, estão em declínio devido a doenças, à degradação do hábitat e ao uso de pesticidas.

O novo plantio acontecerá ao longo de ferrovias e rodovias, bem como estradas locais menores, graças a US$ 250 milhões alocados como parte da Lei de Investimentos e Empregos em Infraestrutura*, que o presidente Biden sancionou em 2021.

Uma abelha com pólen nas pernas voa para longe de uma flor na Flórida (© Suzy Mastro)

Fonte: Share America.

Se o conteúdo foi útil, compartilhe, e se puder, faça um pix de qualquer valor para pix@greenbusinesspost.com e mantenha o nosso time empenhado na geração de novos conteúdos.

Click Here
Newsletter
Faça como 350 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos! Inscreva-se aqui!!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do GREEN BUSINESS POST.

REPUBLIQUE nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

APOIE: ao adquirir livros e outros produtos por meio de links no site, você estará apoiando o autor ou o canal sem pagar nada a mais por isso. 🙂

PARTICIPE dos grupos de discussão:  FacebookGoogle

Lenah Sakai

Ex-atleta, green fellow (vegetariana, minimalista), trabalhando duro para tornar as organizações, os maiores impactadores do planeta, mais sustentáveis. Formada em administração pela PUC-SP, há +10 anos atua em negócios e sustentabilidade. Fundadora do Green Business Post, co-fundadora da Ignitions Inc., do movimento Cultura Empreendedora, do DIRIAS, 1ª associação de direito digital do Brasil e da ABICANN, 1ª associação das indústrias de cannabis do Brasil. Hoje é gestora de uma rede de 5 milhões de pessoas do ecossistema empreendedor nacional e internacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.