70% da população mundial está repensando a carne e veganismo cresceu 600% nos EUA[ 1 min ]

Há alguns anos, quem não comia carne era visto como um extraterrestre. Mas então come o quê?, perguntavam alguns.

Hoje, essa está se tornando uma tendência. Segundo um estudo da GlobalData que teve seus resultados publicados pela Forbes, 70% da população mundial está tentando diminuir o consumo de carne ou deixando de vez este hábito.

De acordo com o relato de Fiona Dyer, uma das responsáveis pela pesquisa, os millennials seriam os principais responsáveis por essa mudança. Já não basta mais o sabor para que uma comida se torne atraente ao paladar desta geração, é preciso também que os alimentos cumpram com padrões de sustentabilidades e não ofereçam maus tratos aos animais (o que, no caso da carne, é praticamente impossível).

A mesma pesquisa aponta um aumento de 600% no número de pessoas que se identificam como veganas nos Estados Unidos nos últimos três anos. Se essa tendência continuar, muitas vidas poderão ser salvas – estima-se que oito milhões de pessoas por ano, ainda segundo a reportagem.

Fonte: Hypeness.

Se o conteúdo foi útil, compartilhe, e se puder, faça um pix de qualquer valor para pix@greenbusinesspost.com e mantenha o nosso time empenhado na geração de novos conteúdos.

Click Here
Newsletter
Faça como 350 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos! Inscreva-se aqui!!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do GREEN BUSINESS POST.

REPUBLIQUE nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

APOIE: ao adquirir livros e outros produtos por meio de links no site, você estará apoiando o autor ou o canal sem pagar nada a mais por isso. 🙂

PARTICIPE dos grupos de discussão:  FacebookGoogle

Lenah Sakai

Ex-atleta, green fellow (vegetariana, minimalista), trabalhando duro para tornar as organizações, os maiores impactadores do planeta, mais sustentáveis. Formada em administração pela PUC-SP, há +10 anos atua em negócios e sustentabilidade. Fundadora do Green Business Post, co-fundadora da Ignitions Inc., do movimento Cultura Empreendedora, do DIRIAS, 1ª associação de direito digital do Brasil e da ABICANN, 1ª associação das indústrias de cannabis do Brasil. Hoje é gestora de uma rede de 5 milhões de pessoas do ecossistema empreendedor nacional e internacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.