Tesla se oferece para fabricar respiradores para combate à Covid-19[ 1 min ]

Montadoras disponibilizam fábricas para a produção de respiradores para o combate ao COVID-19, dentre eles, Tesla, GM, Ford, Toyota e Jaguar.

Com o avanço da pandemia de Covid-19, diversas fábricas de carros foram fechadas seguindo ordens dos governos de evitar o contato. Além disso, muitos equipamentos médicos entraram em escassez devido ao loteamento de hospitais. Agora, esses dois setores podem se unir para ajudar no combate ao coronavírus. Tesla, GM e Ford colocaram suas fábricas, atualmente paradas, à disposição para a fabricação de respiradores para hospitais.

Na China e na Itália, países mais atingidos pela Covid-19, o sistema de saúde entrou em colapso, dificultando os processos de triagem e obrigando até o uso compartilhado de respiradores, o que pode ter consequências graves, já que a doença afeta o sistema respiratório dos pacientes. Pensando nisso, a CEO da GM, Mary Barra, anunciou na última quarta-feira, 18, que ofereceu os espaços vazios nas suas fábricas para uma “mobilização no estilo Segunda Guerra Mundial”.

respiradores, COVID-19
Foto: exemplo de respirador artifical da empresa Drager/Divulgação

A ideia chegou a Elon Musk, CEO da Tesla, que afirmou que sua montadora vai fabricar respiradores em caso de escassez. “A Tesla fabrica carros com sistemas HVAC sofisticados. A SpaceX fabrica naves espaciais com sistemas de suporte à vida. Os respiradores não são difíceis, mas não podem ser produzidos instantaneamente”, escreveu Musk.

A Ford também se ofereceu para ajudar, afirmando que “como maior produtor de veículos da América e principal empregador de trabalhadores de automóveis, a Ford está pronta para ajudar a administração da maneira que pudermos, incluindo a possibilidade de produzir respiradores e outros equipamentos”.

No Reino Unido, o governo também pediu ajuda às montadoras para a fabricação do equipamento. A Jaguar e a Toyota se ofereceram no auxílio, enquanto a Ford afirmou que está analisando como também poderia contribuir.

Fonte: Olhar Digital.

Se o conteúdo foi útil, compartilhe, e se puder, faça um pix de qualquer valor para pix@greenbusinesspost.com e mantenha o nosso time empenhado na geração de novos conteúdos.

Click Here
Newsletter
Faça como 350 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos! Inscreva-se aqui!!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do GREEN BUSINESS POST.

REPUBLIQUE nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

APOIE: ao adquirir livros e outros produtos por meio de links no site, você estará apoiando o autor ou o canal sem pagar nada a mais por isso. 🙂

PARTICIPE dos grupos de discussão:  FacebookGoogle

Lenah Sakai

Ex-atleta, green fellow (vegetariana, minimalista), trabalhando duro para tornar as organizações, os maiores impactadores do planeta, mais sustentáveis. Formada em administração pela PUC-SP, há +10 anos atua em negócios e sustentabilidade. Fundadora do Green Business Post, co-fundadora da Ignitions Inc., do movimento Cultura Empreendedora, do DIRIAS, 1ª associação de direito digital do Brasil e da ABICANN, 1ª associação das indústrias de cannabis do Brasil. Hoje é gestora de uma rede de 5 milhões de pessoas do ecossistema empreendedor nacional e internacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.