O ator Emiliano D´Avila celebrou marco de organização vegana[ 3 min ]

O desafio internacional que convida as pessoas a experimentar o veganismo durante o mês de janeiro revelou que salvou 2,16 milhões de animais em 2022, em uma campanha em que participaram mais de 600 mil pessoas no mundo todo; o ator celebrou o marco em suas redes sociais 

21 de Março, 2022 – Veganuary, a organização global que incentiva as pessoas a experimentar uma alimentação vegana durante o mês de janeiro e pelo resto do ano, revelou que a edição de 2022 do desafio que organizam todos os anos em janeiro, incentivando as pessoas a seguir uma dieta à base de vegetais por 31 dias, salvou a vida de 2,16 milhões de animais

Um marco importante conseguido graças aos 629.000 participantes –de 208 países e territórios– da última edição de Veganuary. O ator vegano Emiliano D´Ávila comemorou a informação em suas redes sociais, por meio de uma foto em que segura um cartaz dizendo “Veganuary 2022 salvou a vida de 2.16 milhões de animais”. Ele, que se tornou vegano justamente pelo amor aos animais, se sente no dever de protegê-los. “Eu sempre amei os animais, mas comia alguns deles porque achava que era preciso. Quando descobri que não, eu me senti no dever moral de nunca mais comê-los e ainda lutar por eles. O veganismo é a minha redenção.” 

Esse cálculo foi feito com a ferramenta “Veganalyser”, projetada pela The Vegan Society, criada para quantificar o impacto das decisões alimentares das pessoas na indústria global da pecuária. O número de 2,16 milhões de animais salvos é o maior da história da organização depois que a edição mais recente de Veganuary, que também bateu recorde no número de inscritos, superando todos os anos anteriores. Em nível local, o Brasil se destacou pelo crescente interesse da população em experimentar uma alimentação livre de produtos de origem animal, figurando entre os 10 países com maior participação neste desafio global. Nosso país ficou em 10º lugar no ranking Veganuary 2022. 

80% dos participantes permanecerão veganos 

Além disso, o Veganuary divulgou os resultados de sua pesquisa de participantes da versão 2022* – a única que trabalha com dados oficiais do Veganuary – revelando que a grande maioria das pessoas que fizeram parte da iniciativa de um mês planeja imprimir mudanças duradoras em sua alimentação. 

Ator Emiliano D’Avila.

Isto é o que os participantes de Veganuary 2022 em diversos países disseram: 

  • Quase metade (44%) disse que os animais foram sua principal motivação para experimentar o veganismo, seguido por sua saúde (21%) e meio ambiente (19%). Outros motivos incluíam querer uma mudança, um desafio ou por curiosidade (7%). A saúde geral do planeta (5%) e apoiar um amigo/parceiro/familiar (2%)** 
  • Metade (51%) estava consumindo carne ou peixe quando se inscreveu no desafio de um mês, 32% eram vegetarianos e 17% eram veganos. 

Quando questionados sobre sua experiência durante o desafio Veganuary, os participantes afirmaram que: 

  • Antes de participar do Veganuary, 31% das pessoas que não eram veganas no início planejavam permanecer veganas no final do mês, mas após a participarem, houve um aumento, com 36% dos participantes planejando permanecer veganos
  • 74% daqueles que não permanecerão veganos planeja reduzir seu consumo de produtos de origem animal em pelo menos metade, e 76% afirmam que é muito possível/provável que eles voltem a testar uma dieta totalmente vegana no futuro.   
  • No total, 83% dos participantes que não eram veganos no início deste desafio farão uma mudança permanente em sua alimentação, seja mantendo uma dieta vegana ou reduzindo o consumo de produtos de origem animal em pelo menos metade. 
  • As principais razões pelas quais as pessoas decidiram seguir uma alimentação vegana depois de terminar o desafio foi aprender mais sobre o veganismo (25%), seguido por descobrir que o veganismo era mais fácil do que parecia (20%) e a melhorara da saúde percebida após uma dieta plant based (20%) 
  • Metade dos participantes relatou mudanças positivas em sua saúde, incluindo aumento de energia (49%), melhor humor (48%), melhor aparência da pele (39%) e mudanças desejadas no peso corporal (37%)
  • Por último, mas não menos importante, 98% dos participantes recomendariam Veganuary a um amigo ou familiar.  

 Sobre os resultados da pesquisa, Mauricio Serrano, diretor de Veganuary na América Latina, destacou que

os resultados deste ano confirmam mais uma vez que, para a maioria dos participantes, janeiro é apenas o começo de uma mudança duradoura, em que as principais motivações incluem ajudar os animais, o planeta e melhorar sua própria saúde.”

E acrescentou: “Esses 40% que vão continuar com uma dieta vegana e mais os  80% que vão reduzir bastante o consumo de produtos de origem animal, puderam alcançar este marco graças a valiosas dicas e informações fornecidas gratuitamente aos nossos participantes. Quando vemos que 98% das pessoas que recomendariam nosso desafio na América Latina, isso só confirma a relevância de Veganuary”. *Esta pesquisa foi enviada por Veganuary para 87% das 629.351 pessoas que se inscreveram para participar em 2022.

Fonte: Claudia Melo | urucumecanela@gmail.com.

Se estamos lhe agregando de alguma forma, apoie a profissionalização do canal. Faça um pix de qualquer valor para pix@greenbusinesspost.com e mantenha o nosso time empenhado na geração de novos conteúdos.

Click Here
Newsletter
Faça como 350 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos! Inscreva-se aqui!!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do GREEN BUSINESS POST.

👍 REPUBLIQUE nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

🫶 APOIE: ao adquirir produtos por meio de links no site, você estará apoiando o autor/canal sem pagar nada a mais por isso.

👣 ACOMPANHE nossas redes no Everlink.

💪 PARTICIPE das discussões sobre ESG+ no Facebook.

Lenah Sakai

Ex-atleta, green fellow (vegetariana, minimalista), trabalhando duro para tornar as organizações, os maiores impactadores do planeta, mais responsáveis. Formada em administração pela PUC-SP, há +10 anos atua em negócios e sustentabilidade. Fundadora do Green Business Post, co-fundadora da Ignitions Inc., do movimento Cultura Empreendedora, do DIRIAS, 1ª associação de direito digital do Brasil e da ABICANN, 1ª associação das indústrias de cannabis do Brasil. Hoje é gestora de uma rede de 5 milhões de pessoas do ecossistema empreendedor nacional e internacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *