Desafio da ONU sobre saneamento, água e direitos humanos[ 3 min ]

O brasileiro e relator especial da ONU Léo Heller convoca jovens de 15 a 24 anos a participar de um desafio virtual sobre direitos humanos e acesso a água e saneamento. O prêmio: uma viagem para Genebra, na Suíça, onde o vencedor da competição falará sobre o seu país para oficiais da ONU. Para participar, os interessados devem criar até 28 de fevereiro um conteúdo original no Facebook, Twitter, YouTube ou Instagram, em que demonstrem seus conhecimentos e sua paixão pelo tema.

Em 2019, o concurso aborda como os direitos humanos a água e saneamento devem ser garantidos não apenas nos domicílios, mas também em outras esferas da vida de uma pessoa, como os locais públicos e de trabalho, as instituições de ensino, as instalações de saúde e os lugares de residência que nem sempre são caracterizados como uma casa (como prisões, espaços públicos no casos dos indivíduos em situação de rua e dormitórios em escolas).

A chamada do relator especial lembra que muitas pessoas passam muita parte do seu tempo fora de casa, ou no emprego ou se deslocando para o trabalho. Em alguns casos, o espaço público é o local de trabalho dos indivíduos, no caso de vendedores de rua ou motoristas informais. Alguns trabalhadores moram em alojamentos oferecidos pelos empregadores.

Todas essas situações afetam a realização dos direitos humanos a água e saneamento e o cumprimento de alguns dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS) — não apenas o ODS nº 6, que aborda especificamente esses direitos, mas também o ODS nº 3, sobre saúde e bem-estar, o ODS nº 8, sobre trabalho decente para todos, e o ODS nº 11, sobre cidades e comunidades sustentáveis.

Embora tenha havido progresso no acesso a serviços de esgotamento sanitário e água em escolas, hospitais e domicílios, a garantia desses direitos em outros contextos e locais continua ficando para trás.

Para participar do desafio virtual, é necessário compartilhar o conteúdo por uma das redes sociais nas quais o relator especial possui uma conta — @UNSRwatsan no Instagram e @SRwatsan no Facebook e Twitter. O post pode ser feito em qualquer formato digital — foto, áudio, vídeo, texto ou uma combinação desses meios. No post com o conteúdo, é necessário utilizar a hashtag #Youth4watsan e marcar a conta do relator especial. É possível fazer mais de um post/conteúdo para concorrer.

Conteúdos criados em outras plataformas podem ser compartilhados com um link em uma das redes sociais nas quais o relator especial possui uma conta.

O ganhador será escolhido com base em dois critérios: primeiro, demonstrar entendimento dos direitos humanos a água e saneamento nas esferas que vão além da casa; segundo, a criatividade e atratividade do conteúdo. A competição não institui uma ordem de prioridade ou importância a esses critérios.

O prazo para produzir o conteúdo/post é 28 de fevereiro de 2019, horário comercial de Genebra. O anúncio do ganhador será feiro em 22 de março, Dia Mundial da Água.

O vencedor participará de um evento paralelo organizado pelo relator Léo Heller durante a 42ª sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU. No evento em Genebra, o especialista vai promover um painel da juventude, que terá a participação do ganhador da competição de 2019 e também da vencedora do desafio em 2018, Asniya Mohamad. O vencedor deste ano poderá falar sobre o seu post e também sobre a situação dos direitos humanos a água e saneamento em seu país de origem.

As datas da ida a Genebra estão previstas para 6 ou 7 de setembro, mas ainda serão confirmadas. Os custos da viagem serão cobertos, mas as despesas com a solicitação de vistos e com seguros ficarão a cargo do ganhador. O vencedor que for menor de idade deverá ser acompanhado por um guardião legal.

Em caso de dúvidas sobre a competição, contate a equipe do relator especial por meio do e-mail srwatsan@ohchr.org ou de suas redes sociais.

Saiba mais sobre o trabalho e as publicações da relatoria das Nações Unidas sobre água e saneamento clicando aqui. Siga as redes sociais do relator para acompanhar dicas para a competição.

O desafio é organizado pela equipe do relator em conjunto com as Missões Permanentes da Espanha e da Alemanha da ONU, o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), o Programa Hidrológico Internacional da UNESCO (IHP) e a ONU Água.

Fonte: Nações Unidas.

Se o conteúdo foi útil, compartilhe, e se puder, faça um pix de qualquer valor para pix@greenbusinesspost.com e mantenha o nosso time empenhado na geração de novos conteúdos.

Click Here
Newsletter
Faça como 350 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos! Inscreva-se aqui!!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do GREEN BUSINESS POST.

REPUBLIQUE nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

APOIE: ao adquirir livros e outros produtos por meio de links no site, você estará apoiando o autor ou o canal sem pagar nada a mais por isso. 🙂

PARTICIPE dos grupos de discussão:  FacebookGoogle

Lenah Sakai

Ex-atleta, green fellow (vegetariana, minimalista), trabalhando duro para tornar as organizações, os maiores impactadores do planeta, mais sustentáveis. Formada em administração pela PUC-SP, há +10 anos atua em negócios e sustentabilidade. Fundadora do Green Business Post, co-fundadora da Ignitions Inc., do movimento Cultura Empreendedora, do DIRIAS, 1ª associação de direito digital do Brasil e da ABICANN, 1ª associação das indústrias de cannabis do Brasil. Hoje é gestora de uma rede de 5 milhões de pessoas do ecossistema empreendedor nacional e internacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.