Frota Mais Verde facilita compra de veículos mais modernos[ 1 min ]

Objetivo do programa é renovar a frota de veículos no país e gerar menos impacto ambiental

Por: Agência Brasil | 27 out 2022

Substituir veículos antigos e mais poluentes por outros mais novos e que emitem menos gases. Esse é o objetivo do programa Frota Mais Verde, recém lançado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). De acordo com o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, entrevistado do programa A Voz do Brasil desta quinta-feira (27), nosso país tem mais de 2,3 milhões de caminhões e cerca de 900 mil tem mais de 30 anos. A frota de veículos leves tem cerca de 45 milhões de automóveis e cerca de 26 milhões são anteriores a 2013, disse o ministro.

Leite explicou que o programa dará um bônus para quem sucatear o veiculo com mais de 30 anos por meio da criação de um fundo garantidor com juros mais baratos para que a pessoa possa comprar um veículo mais moderno, menos emissor e com menos impacto ambiental. “Não é para comprar um veículo novo e sim um veículo mais novo” explicou. “Se a gente conseguir renovar a frota o impacto para o meio ambiente é muito menor”.

COP 27 e energias verdes

Durante a entrevista o ministro também declarou que o Brasil quer se apresentar como um fornecedor de energias verdes para o mundo na próxima Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática – a COP 27 – que será realizada entre os dias 6 e 18 de novembro no Egito. “O Brasil tem um grande potencial de produzir energia limpa e barata”, disse. De acordo Joaquim Leite, esse é o grande diferencial do nosso país. Ele esclareceu aos ouvintes do programa o que são energias verdes, ou seja, aquelas 100% renováveis, a exemplo da energia solar, eólica e de biomassa. Energias que, segundo ele, podem ser transformados em hidrogênio verde e amônia verde para exportação”.

O ministro também disse que a COP 27 será uma oportunidade de o Brasil trazer financiamento climático “para acelerar toda essa economia verde”. Segundo ele, a expectativa é de que o setor privado atue nessas atividades sendo financiado com juros mais baratos.

Fonte: Agência Brasil. Imagem: O Dia.

Se estamos lhe agregando de alguma forma, apoie a profissionalização do canal. Faça um pix de qualquer valor para pix@greenbusinesspost.com e mantenha o nosso time empenhado na geração de novos conteúdos.

Click Here
Newsletter
Faça como 350 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos! Inscreva-se aqui!!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do GREEN BUSINESS POST.

👍 REPUBLIQUE nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

🫶 APOIE: ao adquirir produtos por meio de links no site, você estará apoiando o autor/canal sem pagar nada a mais por isso.

👣 ACOMPANHE nossas redes no Everlink.

💪 PARTICIPE das discussões sobre ESG+ no Facebook.

Lenah Sakai

Ex-atleta, green fellow (vegetariana, minimalista), trabalhando duro para tornar as organizações, os maiores impactadores do planeta, mais responsáveis. Formada em administração pela PUC-SP, há +10 anos atua em negócios e sustentabilidade. Fundadora do Green Business Post, co-fundadora da Ignitions Inc., do movimento Cultura Empreendedora, do DIRIAS, 1ª associação de direito digital do Brasil e da ABICANN, 1ª associação das indústrias de cannabis do Brasil. Hoje é gestora de uma rede de 5 milhões de pessoas do ecossistema empreendedor nacional e internacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *