Descoberto novo ‘ouro branco’ da geração de energia limpa[ 2 min ]

Com capacidade superior ao silício de captação da energia solar, é um minério não tóxico em grande abundância no planeta.

Por: Roberta Souza | Energia Solar | 05 out 2022.

O novo material capaz de converter a luz do sol em energia solar e gerar energia elétrica limpa é o sulfeto de bismuto de sódio, cultivado na forma de nanocristais.

Foi descoberto por alguns pesquisadores materiais capazes de captar a luz solar em níveis superiores aos das células solares convencionais de silício e que geram energia solar, mas com uma espessura 10.000 vezes menor, que geram a energia elétrica limpa. O novo material descoberto é o sulfeto de bismuto de sódio (NaBiS2), que é cultivado na forma de nanocristais e então dispersos em uma solução, que pode ser aplicada para fazer filmes de 30 nanômetros de espessura.

O novo material que gera energia solar é composto por elementos não tóxicos que estão presentes em abundância na crosta terrestre para uso comercial. Os compostos à base de bismuto já são amplamente utilizados como substitutos do chumbo em soldas a medicamentos de venda livre para o estômago.

“Nós descobrimos um material que converte a luz solar em energia solar com mais força do que as tecnologias tradicionais de células solares e pode ser impresso a partir de uma tinta. Este novo material que converte luz solar tem potencial para fabricar células solares leves, que possam ser facilmente transportadas ou usadas em aplicações aeroespaciais,” de acordo com Yi-Teng Huang, da Universidade de Cambridge, no Reino Unido.

Os pesquisadores também descobriram que o NaBiS2 se manteve estável no ar ambiente no decorrer de todo o tempo do estudo, que durou 11 meses, sem precisar de  de encapsulamento, o que contrasta fortemente com outros novos materiais fotovoltaicos, como as perovskitas de haleto de chumbo. Esse fato quer dizer que a durabilidade a longo prazo do material que gera energia solar limpa, é um requisito fundamental para células solares comerciais.

Fonte: Click Petróleo e Gás.

Você pode se interessar por:

Mogi Mirim recebe 1º sistema de energia solar em saneamento do Brasil

Minas terá maior usina de energia solar da América Latina e terceira maior do mundo

CMA aprova financiamento do FGTS para empresas que usam energia solar

Se estamos lhe agregando de alguma forma, apoie a profissionalização do canal. Faça um pix de qualquer valor para pix@greenbusinesspost.com e mantenha o nosso time empenhado na geração de novos conteúdos.

Click Here
Newsletter
Faça como 350 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos! Inscreva-se aqui!!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do GREEN BUSINESS POST.

👍 REPUBLIQUE nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

🫶 APOIE: ao adquirir produtos por meio de links no site, você estará apoiando o autor/canal sem pagar nada a mais por isso.

👣 ACOMPANHE nossas redes no Everlink.

💪 PARTICIPE das discussões sobre ESG+ no Facebook.

Lenah Sakai

Ex-atleta, green fellow (vegetariana, minimalista), trabalhando duro para tornar as organizações, os maiores impactadores do planeta, mais responsáveis. Formada em administração pela PUC-SP, há +10 anos atua em negócios e sustentabilidade. Fundadora do Green Business Post, co-fundadora da Ignitions Inc., do movimento Cultura Empreendedora, do DIRIAS, 1ª associação de direito digital do Brasil e da ABICANN, 1ª associação das indústrias de cannabis do Brasil. Hoje é gestora de uma rede de 5 milhões de pessoas do ecossistema empreendedor nacional e internacional.

One thought on “Descoberto novo ‘ouro branco’ da geração de energia limpa

  • outubro 25, 2022 em 6:35 pm
    Permalink

    QUE POST ESQUERDISTA!!! ISSO AQUI É TUDO COISA DE COMUNISTA E SOCIALISTA! BOLSONARO 22 SEMPRE!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *