Robô movido à energia solar semeia e capina o solo 24 horas por dia e beneficia, principalmente, a agricultura orgânica

Por: Redação Ekko Green | 03 set 2021 | Adaptado por Lenah Sakai | 13 set 2021

agronegócio inovação análise setor mercado

O robô desenvolvido pela empresa Dinamarquesa, Farm Droid aps, tem alta precisão nas atividades, funcionando com quatro paineis solares e baterias externas. Assim, o projeto garante 24 horas de funcionamento sem necessidade de recarga. O modelo valoriza a precisão acima de tudo, contando com semeadura milimétrica dividida em seis linhas.

A velocidade de trabalho fica entre 450 a 950m por hora e devido ao baixo peso da máquina, não há danos ao solo. O equipamento é recomendado para plantações até 20 hectares em cultivos orgânicos. 

Na primavera de 2020, o FarmDroid semeou e capinou mais de 1.500 hectares em grandes partes da Europa. Nesse contexto, a capinação ainda ajuda na diminuição do uso de químicos e pesticidas.

Hoje, existem mais de 50 robôs funcionando em 6 países da Europa. O valor para compra está avaliado em R$427 mil reais. Porém os desenvolvedores acreditam que o retorno do investimento pode acontecer no máximo após dois anos de uso do modelo.

As Agtechs são grupos de empresas que tem o objetivo de trazer a tecnologia para o agronegócio. Ou seja, a missão é exatamente facilitar o trabalho de quem produz e cultiva bem como de todos os envolvidos nessa cadeia.

Fonte: Ekko Green.

Compartilhe esse conteúdo

Newsletter

Receba oportunidades, editais, eventos e conteúdo exclusivo diretamente em seu email.

Cadastre-se

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do GREEN BUSINESS POST.

REPUBLIQUE nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

APOIE: ao adquirir livros e outros produtos por meio de links no site, você estará apoiando o autor ou o canal sem pagar nada a mais por isso. 🙂

SIGA: Acha interessante os temas que levantamos no canal? Siga nossa fundadora Lenah Sakai e acompanhe as discussões e tendências.

PARTICIPE dos grupos de discussão:  FacebookGoogle

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *