Montadoras disponibilizam fábricas para a produção de respiradores para o combate ao COVID-19, dentre eles, Tesla, GM, Ford, Toyota e Jaguar.

Com o avanço da pandemia de Covid-19, diversas fábricas de carros foram fechadas seguindo ordens dos governos de evitar o contato. Além disso, muitos equipamentos médicos entraram em escassez devido ao loteamento de hospitais. Agora, esses dois setores podem se unir para ajudar no combate ao coronavírus. Tesla, GM e Ford colocaram suas fábricas, atualmente paradas, à disposição para a fabricação de respiradores para hospitais.

Na China e na Itália, países mais atingidos pela Covid-19, o sistema de saúde entrou em colapso, dificultando os processos de triagem e obrigando até o uso compartilhado de respiradores, o que pode ter consequências graves, já que a doença afeta o sistema respiratório dos pacientes. Pensando nisso, a CEO da GM, Mary Barra, anunciou na última quarta-feira, 18, que ofereceu os espaços vazios nas suas fábricas para uma “mobilização no estilo Segunda Guerra Mundial”.

respiradores, COVID-19
Foto: exemplo de respirador artifical da empresa Drager/Divulgação

A ideia chegou a Elon Musk, CEO da Tesla, que afirmou que sua montadora vai fabricar respiradores em caso de escassez. “A Tesla fabrica carros com sistemas HVAC sofisticados. A SpaceX fabrica naves espaciais com sistemas de suporte à vida. Os respiradores não são difíceis, mas não podem ser produzidos instantaneamente”, escreveu Musk.

A Ford também se ofereceu para ajudar, afirmando que “como maior produtor de veículos da América e principal empregador de trabalhadores de automóveis, a Ford está pronta para ajudar a administração da maneira que pudermos, incluindo a possibilidade de produzir respiradores e outros equipamentos”.

No Reino Unido, o governo também pediu ajuda às montadoras para a fabricação do equipamento. A Jaguar e a Toyota se ofereceram no auxílio, enquanto a Ford afirmou que está analisando como também poderia contribuir.

Fonte: Olhar Digital.

Atualização semanal

Receba oportunidades, editais, eventos e conteúdo exclusivo diretamente em seu email.

Cadastre-se

Apoie o canal 🙂

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Green Business Post.

Republique nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *