Conheça a usina nuclear inovadora criada para colaborar com a redução do aquecimento global de forma segura e com reuso de material radioativo descartado

As usinas nucleares são uma das melhores alternativas para a grande geração de energia limpa, aquela que não colabora com o aquecimento global. O processo de produção de sua energia é uma das mais poderosas e das que menos emite gases esfufa. Ela é uma fonte alternativa ao petróleo.

Ao longo da história, essa tecnologia se mostrou pouco segura. Como utiliza de material perigoso e radioativo, e que demandam muito cuidado. Mesmo com todo o rigor em trabalhos de acompanhamento, houve casos de acidentes nucleares que afetaram a vida de milhões de pessoas. O mais conhecido, Chernobil, e o mais recente no Japão em Fukushima, no qual um terremoto seguido de um tsunami provocaram uma explosão na usina, liberando radioatividade pelos oceanos e no ar.

Bill Gates TerraPower

Bill Gates

Mesmo com toda essa perda de credibilidade das usinas nucleares, Bill Gates, por meio do Bill and Melinda Gates Foundation, procurou os melhores especialistas para a construção de uma usina inovadora, que eliminasse os acidentes e o descarte de resíduos nucleares. E conseguiu.

Foi criada a empresa TerraPower, que criou um reator nuclear capaz de utilizar o urânio enriquecido descartado de outras usinas como fonte de energia e o resfriamento seguro do reator.

A usina

Com um design diferenciado e um fluido de resfriamento com altíssimo ponto de ebulição, utiliza de resfriamento passivo (sem intervenção operacional) por meio da circulação de ar para conter o aumento da temperatura do reator. Não depende de energia elétrica e resfriamento ativo, como em Fukushima. Isso reduziu enormemente as chances de acidentes acontecerem.

Além disso, toda a estrutura e processo foram desenhados para resistir a desastres. Eliminam ameaças como ondas gigantes, terremotos, queda de avião, dentre outros. O pior cenário que prevêm ocorrer é o reator não gerar eletricidade ao mesmo tempo que ele não libera o material radioativo.

A usina foi criada em um formato escalável, com tamanho reduzido, e foi fechada parceria com o governo chinês para a produção em escala com preços mais acessíveis. Porém, não foi previsto que o governo estadounidense vetasse o acordo e o processo de comercialização por meio da China.

Para saber mais sobre a usina da TerraPower, assista o terceiro episódio do documentário O Código Bill Gates no Netflix.

Atualização semanal

Receba oportunidades, editais, eventos e conteúdo exclusivo diretamente em seu email.

Cadastre-se

Apoie o canal 🙂

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Green Business Post.

Republique nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *