Edital da prefeitura de São Paulo convoca OSCs para envio de propostas para a segurança alimentar de crianças da primeira infância

*Por Lenah Sakai | 13 setembro 2019

O Município de São Paulo por meio da SMDET – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho está com chamamento público para OSC – Organizações de Sociedade Civil enviarem propostas para promoção de segurança alimentar e nutricional junto a crianças da primeira infância (0 a 6 anos) da zona leste, norte e sul do município de São Paulo.

A SMDET é responsável pela garantia dos direitos à alimentação e à segurança alimentar e nutricional por meio da COSAN – Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional.

Com um pouco mais de 1 milhão de crianças com idade de 0 a 6 anos, a COSAN busca estabelecer projetos que auxiliem na redução da vulnerabilidade na primeira infância, por meio do Plano Municipal da Primeira Infância e Programa de Metas 2017-2020.

A segurança alimentar e nutricional é aspecto fundamental para a garantia da proteção social, de cuidados e da promoção do desenvolvimento de crianças na primeira infância.

Precisa ser garantida desde os primeiros estágios, a gestação, prolongando-se por todas as fases do desenvolvimento infantil.

As situações de insegurança alimentar e nutricional relacionam-se de diferentes maneiras com as dinâmicas e realidades territoriais, por exemplo, a falta de acesso à água, alimentos, renda, saneamento básico, entre outros.

Objetivos

São objetivos da parceria:

  1. Fornecer qualificação profissional para público que atua com primeira infância;
  2. Reduzir a vulnerabilidade de crianças de 0 a 6 anos;
  3. Estimular a geração de renda com foco em segurança alimentar e nutricional na primeira infância;
  4. Fomentar o empreendedorismo, em suas diversas formas, na temática da segurança alimentar e nutricional na primeira infância;
  5. Reduzir a desnutrição de gestantes e crianças de 0 a 6 anos e a obesidade na primeira infância;
  6. Promover uma cultura de consumo consciente e sustentável, contribuindo com a diminuição do desperdício e aproveitamento integral dos alimentos;
  7. Realizar ações de comunicação e orientação visando o envolvimento das famílias e da sociedade na valorização e no cuidado da primeira infância;
  8. Incentivar o uso de alimentos orgânicos na introdução alimentar.

Orçamento

O valor total de recursos disponibilizados será de R$1.080.000,00 (um milhão e oitenta mil reais).

Cada termo de fomento, referente a cada zona designada no edital receberá R$360.000,00, por meio de parcela única.

Participe

Participe até 30 de setembro! Para saber mais sobre critérios de avaliação e como participar, acesse o edital:  http://bit.ly/2kD1FzV

Atualização semanal

Receba oportunidades, editais, eventos e conteúdo exclusivo diretamente em seu email.

Cadastre-se

Apoie o canal 🙂

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Green Business Post.

Republique nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *