O estado de Minas Gerais terá a maior usina de energia solar da América Latina e terceira maior do mundo, gerando empregos e energia limpa

A Solatio, empresa brasileira no ramo da energia solar fotovoltaica, anunciou a estruturação da maior usina de energia solar da América Latina e a terceira maior do mundo. Minas será o estado com mais abundância de energia e provavelmente o mais competitivo em geração de energia em todo o Brasil, atraindo ainda mais investimentos e gerando empregos.

Com aportes de R$ 21 bilhões até 2023, dez cidades mineiras serão contempladas com fazendas solares que somarão uma capacidade instalada de mais de 7.200 megawatts. Minas terá o equivalente a metade da potência da Usina de Itaipu, só não será igual, porque não é possível produzir energia solar à noite.

“Um Governo Diferente é o que atrai investimentos, gera empregos e faz um Estado Eficiente. É para isso que estamos trabalhando em Minas. Trago ótimas notícias: dez cidades mineiras serão contempladas com as fazendas de captação de luz solar”, comemorou o governador do estado, Romeu Zema (NOVO) em suas redes sociais.

Fonte: Partido Novo.

Atualização sustentável

Receba oportunidades, editais, eventos e conteúdo exclusivo diretamente em seu email.

Cadastre-se

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Green Business Post.

Republique nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

Ao adquirir livros e outros produtos por meio de links no site, você estará apoiando o autor ou o canal sem pagar nada a mais por isso. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *