Prêmio de R$50 mil será entregue à estudante universitário com melhor solução nas áreas da saúde, educação ou meio ambiente

*Por Lenah Sakai | 02 agosto 2019

Com o intuito de fomentar o impacto social positivo por meio de tecnologias e inovação, a 3M está com edital aberto para o Prêmio Instituto 3M para Estudantes Universitários, com o apoio da AlfaSol e UniSol.

O prêmio está em sua oitava edição e está com inscrições abertas para estudantes do ensino superior de qualquer curso até o dia 09 de agosto de 2019.

Objetivos

  • Apoiar o empreendedorismo de estudantes, viabilizando a implementação de soluções replicáveis e de baixo custo que promovam o desenvolvimento de tecnologias sociais.
  • Disseminar ações e projetos que desenvolvam tecnologias sociais inovadoras nas IES, a partir do protagonismo dos estudantes e da interação com professores e com a sociedade

“Nosso objetivo é estimular projetos capazes de melhorar a vida de uma comunidade, mas que sejam também economicamente viáveis” (Liliane Moura, coordenadora de projetos sociais do Instituto 3M)

Temas foco

Este ano o prêmio prioriza três áreas de interesse:

  • Meio ambiente;
  • Inclusão social;
  • Geração de trabalho e renda.

“A ideia é fomentar empreendedorismo nas novas gerações, mas com inovação em benefício das comunidades. É onde está o nosso maior potencial de impacto” (Liliane Moura, coordenadora de projetos sociais do Instituto 3M)

Inscrição

Não basta simplesmente submeter uma ideia. O estudante precisa registrar um plano de negócios. Além disso, é necessário realizar a inscrição junto a um professor da instituição de ensino.

O projeto campeão recebe 50 mil reais em doação e tem um ano para concretizar a ideia.

Projetos campeões

Na primeira edição do prêmio, em 2006, foram premiados um grupo de estudantes de Relações Públicas da Faculdade Metrocamp, de Campinas, com o projeto a Massa do Bem, uma cumbuca de massa de pão enriquecida nutricionalmente, hipercalórica, que pode ser usada para servir sopa a pessoas em situação de rua e depois consumidas.

“É uma ideia que melhora a qualidade de vida da população, é viável financeiramente e reduz o impacto ambiental, já que elimina a necessidade de um prato descartável para a sopa.” De tão interessante, diz Liliane Moura, coordenadora de projetos sociais do Instituto 3M, a solução está em uso até hoje, com a 3M apoiando a sua produção por três instituições.

Em 2015, o vencedor foi o projeto Telhado Verde, de Ulysses Raphael Gomes Nobre, aluno de Engenharia Química da Universidade do Estado do Amazonas.

“No caminho para a faculdade ele via uma cooperativa de coleta e separação de lixo e ficava incomodado com o tanto de plástico que os catadores recolhiam”, conta Liliane.

Com o dinheiro do prêmio, ele construiu uma máquina injetora de plástico para transformar os resíduos em telha e doou para a cooperativa que agora, além de vender o plástico, gera renda também com a oferta da telha. 

“Queremos estimular este espírito empreendedor nos estudantes para que eles resolvam incômodos que enfrentam na própria comunidade” (Liliane Moura, coordenadora de projetos sociais do Instituto 3M)

Além da satisfação de gerar transformação positiva na sociedade, realizar um projeto pelo Prêmio Instituto 3M também significa um ponto favorável no currículo, já que conta como uma extensão universitária. “Pode ser ainda um pontapé importante para um mestrado, um laboratório prático”, lembra Liliane Moura.

Participe

Os projetos devem ser enviados até o dia 09 de agosto de 2019. Maiores informações sobre regulamento, documentos necessários e inscrição aqui.

Atualização semanal

Receba oportunidades, editais, eventos e conteúdo exclusivo diretamente em seu email.

Cadastre-se

Apoie o canal 🙂

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Green Business Post.

Republique nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *