Estamos em um mundo globalizado, com uma mídia capaz de mostrar imagens em tempo real de locais muito distantes. As pessoas podem acompanhar notícias e conhecer outras culturas com um smartphone.

Se soubermos ao menos o inglês já significa ultrapassar uma barreira gigante para estar por dentro de conteúdos e notícias globais, além de facilitar a transição em diferentes países, seja para turismo, seja para trabalho.

Confira a seguir alguns motivos relevantes para qualquer pessoa estudar outras línguas:

Respeito

Estudar outra língua é estudar outra cultura. Ao fazer isso, você começa a abrir seu horizonte e começa a descobrir que existem outras formas de viver.

As diferentes culturas possuem seus próprios valores e quem estuda línguas aprenderá a respeitá-las.

Oportunidades

Para você que busca oportunidades, seja de emprego, seja de trabalho, saiba que quando você sabe mais línguas as oportunidades aumentam.

Com a ascensão das empresas de tecnologia, foco em inovação, o mínimo que os trabalhos demandam é um inglês bom. As ferramentas tecnológicas utilizam como língua padrão em sua maioria em inglês.

Por tanto, corra para estudar!

Turismo

Já é possível viajar com valores muito mais acessíveis que há algumas décadas atrás. Um dos principais desafios a se enfrentar fora de seu país é a língua de outras localidades.

Conhecer a língua é fundamental para a comunicação, nem que seja em um nível básico de comunicação.

Hoje em dia temos ferramentas no smartphone que auxiliam na comunicação, mas pode ter certeza que quando você mesmo fala algo da língua local os locais se sentirão muito felizes em ajudá-lo, pois isso mostra seu esforço e interesse na língua e cultura deles.

A língua inglesa é muito boa para aprender, pois muitos países estão preparados para atender estrangeiros que falam inglês.

Negócios

Para quem vende produtos ou serviços, uma palavra é muito importante: internacionalização.

Levar seus negócios para fora do país é muito benéfico, pois a partir daí você começa a diluir seus riscos e passa a criar outros mercados.

Se um país que você atua entra em crise, você poderá focar seus esforços em outro e você não fica refém de uma economia local e pode distribuir seus investimentos em outros mercados.

Conhecimento e relacionamento

Aprender outra língua nunca é perda de tempo. O conhecimento que você acumula ninguém te tira e faz bem exercitar o cérebro.

Com conhecimento você aumenta suas oportunidades de conhecer novas pessoas e de fazer parte de mais tribos. Cada conhecimento que você possui pode ser debatido e compartilhado para nichos de pessoas que gostam dos mesmos temas que você. As línguas não fogem disso.

Como começar a aprender línguas?

Conhece o iTalki? É a plataforma mais popular de aprendizado de idiomas online. Você paga por aula e escolhe o professor nativo com os preços que mais se adequam ao seu orçamento.

As aulas são online e você escolhe as aulas que estão disponíveis. Você não precisa se preocupar com deslocamento, estresse de trânsito, desgaste físico, emissão de gases estufa, poluição, segurança etc. Tem coisa mais sustentável que isso?

Atualização semanal

Receba oportunidades, editais, eventos e conteúdo exclusivo diretamente em seu email.

Cadastre-se

Apoie o canal 🙂

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Green Business Post.

Republique nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

8 Comentários

  1. Pessoal, vou falar uma coisa. Talvez algo surreal.
    Falar ingles????
    Hoje a tecnologia sa substitui muitas formas de dialogo, e o empresariado mundial gosta da tecnologia de traducao simultanea via tecnologia.

    Turismo, podemos usar tradutores portateis e modernos ( produtos estes que ja estao se espalhando pelo mundo )… eu fui a CHINA e usei um destes para me comunicar em mandarin.

    No meu ver, escolas de ingles, estao fadadas ao longo dos anos.

    Apenas uma opiniao.

    1. Author

      Olá, Josh, tudo bem?

      Concordo com você que as tecnologias já facilitam muito a nossa comunicação, mas tenho alguns pontos de minha percepção:
      – eu como empreendedora percebo que utilizar de ferramentas não é a mesma coisa em uma mesa de negociações. As pessoas de negócios atuam de forma diferente dependendo da cultura, em especial, os chineses, preferem pessoas que falem sua língua nos negócios. Para eles dá mais credibilidade e eles sentem mais seguros assim.
      – Eu como turista sei que as pessoas ficam mais empáticas quando você tenta se esforçar em falar a língua deles, sem o uso de ferramentas. Eles e eu mesma gosto de ver turistas se esforçando para falar a língua local. Achamos “fofo”.
      – No mundo da tecnologia: o mundo da computação requer o inglês. Eu não sou da tecnologia, mas preciso estar o tempo todo acompanhando as atualizações desse mundo e preciso estar constantemente estudando as tecnologias.

      Mas acho válida a sua visão futurística! Ao meu ver, as escolas de inglês poderiam incorporar algum tipo de relacionamento social em suas ferramentas.

      Essas são algumas de minhas percepções.
      Obrigada por compartilhar a sua!

  2. Estudar outros idiomas nos ajuda a pensar melhor – raciocínio fica mais rápido, você exercita sua fala e pronúncias, além, é claro, de possibilidades melhores de relacionamento – comunicação.

    1. Author

      Bem observado, Hélio! Raciocínio muda mesmo. Em outras línguas falo diferente. Acho que em inglês sou mais assertiva… kkk

  3. Pura verdade, por mais que as novas tecnologias possam ajudar, nada melhor do que poder falar sem a dependência delas, ao menos o inglês é obrigação. Você não vai precisar aprender todas as línguas dos países que possui interesse em atuar, pois pra isso a tecnologia poder ajudar.

    1. Author

      Concordo! Também gosto da ideia de não depender 100% das tecnologias. Além de que as pessoas se mostra bastante receptiva aos que sabem ao menos o inglês.

  4. São 2 coisas bem diferentes. Ajuda bastante mas nunca vai substituir. O aparelho substitui o tradutor mas não a experiência e o convívio de falar a mesma língua.
    Dentre outras coisas há estudos que comprovam que para cada língua falada são aproximadamente 7anos a mais sem ser diagnosticado com parkson.
    Conheço mais de 60 países, com certeza meu aprendizado não seria o mesmo.

    1. Author

      Não sabia que aprender novas línguas colabora tanto com a nossa saúde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *