ONU está selecionando casos mais transformadores de investimentos em desenvolvimento sustentável para serem apresentados no COP25 no Chile

Quais os impactos para o desenvolvimento sustentável estão sendo causados por iniciativas brasileiras? Para mapear iniciativas nacionais, a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) das Nações Unidas, através do escritório no Brasil, convida pesquisadores, profissionais do setor privado, empresários, representantes da sociedade civil, formuladores de políticas públicas e servidores públicos a enviar estudos de casos sobre investimentos de impacto para o desenvolvimento sustentável no Brasil, que farão parte do projeto “Big Push para a Sustentabilidade no Brasil”.

Em termos simples, o “Big Push para a Sustentabilidade” representa uma abordagem para analisar a articulação e coordenação de políticas que alavanquem investimentos para produzir um ciclo virtuoso de crescimento econômico, gerador de emprego e renda, redutor de desigualdades e de brechas estruturais e promotor da sustentabilidade ambiental, social e econômica.

Os estudos de casos deverão ser enviados até 11/08/2019 para o endereço eletrônico [email protected] com o seguinte título “Estudo de caso Big Push para a Sustentabilidade – [título do estudo de caso]”. Solicita-se que os estudos de casos sejam apresentados de forma resumida, entre 4 mil e 6 mil palavras, para fins de consideração para publicação. As regras da chamada devem ser observadas.

Big Push Ambiental no Brasil

A CEPAL, que em março deste ano publicou a pesquisa O Big Push Ambiental no Brasil: investimentos coordenados para um estilo de desenvolvimento sustentável, agora quer conhecer os casos de investimentos de impacto para o desenvolvimento sustentável no Brasil.

A partir deles, pretende-se deixar mais claro as oportunidades e os desafios para um grande impulsionamento da sustentabilidade no país. Foi desenvolvido também pela comissão econômica, os contornos conceituais e analíticos básicos do “Big Push para Sustentabilidade”.

Serão entendidos como estudos de caso do “Big Push para a Sustentabilidade” experiências e exemplos de ações, medidas, planos, estratégias, programas, políticas etc. que ajudem a impulsionar um conjunto de investimentos destinado a dar maior sustentabilidade socioeconômica e ambiental ao estilo de desenvolvimento predominante local, regional ou nacionalmente.

Para serem elegíveis, os estudos de caso devem ser capazes de reportar pelo menos um indicador de cada dimensão do desenvolvimento sustentável (econômico, social e ambiental), detalhados nas regras desta chamada.

Todos os estudos que forem considerados elegíveis como casos farão parte de um repositório de informações. Aqueles estudos de casos considerados mais transformadores serão reconhecidos e irão compor uma publicação, a ser apresentada em evento paralelo à COP25, em Santiago, no Chile, em dezembro deste ano.

Essa seleção dos estudos de casos de maior impacto visa a dar visibilidade e oportunidade de showcase às experiências e iniciativas que geraram resultados concretos em direção à sustentabilidade do desenvolvimento.

Datas principais

  • Abertura da chamada: 08 de abril
  • Prazo para envio dos estudos de casos: 11 de agosto
  • Validação de estudos elegíveis como casos de Big Push para a Sustentabilidade (repositório): 13 de outubro
  • Anúncio da seleção dos estudos de casos mais transformadores: 11 de novembro
  • Evento paralelo (a ser confirmado) na COP25 da UNFCCC: dezembro

Informações sobre prazos, critérios e regras podem ser encontradas no seguinte link: http://bit.ly/2KuM6F9

Imagem: O Big Push ambiental no Brasil.

Atualização semanal

Receba oportunidades, editais, eventos e conteúdo exclusivo diretamente em seu email.

Cadastre-se

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Green Business Post.

Siga nossas redes sociais

Creative Commons License AttributionRepublish

2 Comentários

  1. Eu também tenho muito interesse em empreendimentos sustentáveis. Sou agroecologa e nutricionista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *