hackathon 193 challenge

Sem inovação não há sustentabilidade – Buscando inovações para salvar mais vidas, o Corpo de Bombeiros de São Paulo organizou seu 1º Hackathon.

Foram 36 horas ininterruptas de muito trabalho em pleno fim da semana carnavalesca, em comemoração aos 139 anos do Corpo de Bombeiros de São Paulo – CBPMSP. O 193 Challenge foi o 1º Hackathon da organização, contou com a colaboração da comunidade inovadora para codar soluções para salvar mais vidas e tem muitos resultados para comemorar.

193 challenge
Alguns membros do time vencedor codando as inovações.

Projetos vencedores

O Hackathon obteve 3 times finalistas e 1 time vencedor. Eles criaram aplicativos para agilizar o atendimento às emergências, com mais precisão nas informações e mais facilidade aos usuários.

Por exemplo: imagine no mundo agro, onde tudo é tão distante e a localização de difícil descrição contar com o apoio de apps nos quais os bombeiros poderão localizar pessoas em situação de emergência de forma mais rápida e precisa, além de contar com o apoio dos voluntários bombeiros que estiverem nas proximidades? Foi com base em diversos desafios do dia a dia dos bombeiros, como no exemplo, que os times desenvolveram suas soluções! \o/

Abaixo, os três times mais bem pontuados:

  • 1º colocado: SAR BRASIL
  • 2º colocado: Rescue Solution
  • 3º colocado: Red Flag

Todos os times vencedores receberam certificados de sua conquistado no hackathon.

O time vencedor ganhou tablets e receberão uma experiência completa junto ao Corpo de Bombeiros na Escola Superior de Bombeiros, além de uma visita ao Centro de Operações do Corpo de Bombeiros. E em um dia especial a ser definido pelos bombeiros, o time vencedor será condecorado por seu trabalho e conquista no evento.

Interessados em colaborar com os projetos desenvolvidos no Hackathon 193 Challenge podem acessar o Git Hub do 193 Challenge. Todo o código está sob licença livre GPL3.

Código sustentável

Todo o código foi desenvolvido de forma sustentável sob licença livre GPL3, ou seja, outros desenvolvedores podem acessá-lo e realizar melhorias, além de poder utilizá-los em outros projetos, desde que com a mesma licença. Isso significa que outros corpos de bombeiros e atendimentos emergenciais do país e do mundo poderão ser beneficiados com o que foi desenvolvido no Hackathon 193 Challenge.

Momento da avaliação dos códigos dos times para a classificação dos finalistas.

Aprendizado, counseling e voluntários

Um dos principais objetivos do Hackathon é a promoção de aprendizado e geração de conhecimento a todos os participantes por meio dos desafios propostos. A comunidade inovadora contou também com muitos conselheiros voluntários do Corpo de Bombeiros, professores universitários e profissionais do mercado. A ideia agora é manter essa comunidade conectada e manter essa cultura de colaboração por meio do mentoring e a continuidade do desenvolvimento junto aos bombeiros pensando em um trabalho de longo prazo e mais Hackathons por vir.

O Hackathon 193 Challenge obteve o apoio da FUNDABOM, PUC-SP, FATEC e Polícia Militar, além de doações de refeições completas e bebidas de empresas do ramo alimentício e diversos voluntários do Corpo de Bombeiros de SP, comunidade acadêmica e de mercado se engajaram para que o evento fosse possível.

Valeu também quando deu o horário das pizzas e eram assadas na hora com todo carinho, quando o Redbull era infinito e quando eu conheci pessoas tão bacanas que deu vontade de seguir em parceria, valeu demais quando o desenvolvedor me deu uma aula de 10 min e me ajudou muito a aprender, ou quando eu vi os olhos brilhando de oficiais fardados, nos tratando formalmente, mas querendo saber o que tínhamos pensado sobre as dificuldades diárias deles, era importante também para eles, serem ouvidos. | Depoimento de Carolina Fagundes Brinholi, participante do hackathon.

Sem inovação não há sustentabilidade

Organizações que buscam inovações tecnológicas assim como o Corpo de Bombeiros de São Paulo – CBPMSP podem organizar seus Hackathons e iniciar uma trabalho de comunidade junto a inovadores. Gostaria de saber maiores informações sobre como foi organizado o 193 Challenge? Entre em contato com eles aqui.

Momentos do hackathon

Veja a reportagem do hackathon 193 Challenge aqui.

Veja como foi o preparativo do espaço físico para receber os participantes. Os bombeiros, com o apoio de funcionários e parceiros da PUC-SP, trabalharam e viraram a noite de forma voluntária para deixar tudo preparado para receber os participantes que aceitaram o desafio de criar soluções inovadoras com o uso da tecnologia para salvar mais vidas.

Abertura do 193 Challenge, o #1 Hackathon dos bombeiros de SP, contou com o Diretor da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia da PUC-SP, Presidente da FUNDABOM, fundação que apoia o corpo de bombeiros de SP, o Sub-comandante, Diretor de tecnologia, Major, Tenente, Capitães dos bombeiros, que trouxeram a realidade do trabalho dos bombeiros para os voluntários identificarem oportunidades para as inovações tecnológicas a serem desenvolvidas no evento.

Curta, siga e acompanhe a fanpage do 193 Challenge para maiores atualizações sobre o evento.

Referência: Medium. Imagens: Thiago Ermano / Comunicar Bem.

Atualização semanal

Receba oportunidades, editais, eventos e conteúdo exclusivo diretamente em seu email.

Cadastre-se

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Green Business Post.

Siga nossas redes sociais

Creative Commons License AttributionRepublish

3 Comentários

  1. Muito bom o artigo!
    Importantíssimo frisar que todo o código está disponível para qualquer desenvolvedor realizar melhorias.

    1. Author

      Sim, agora o mais interessante é compartilhar nas comunidades de desenvolvedores para que eles possam de fato colaborar com os projetos criados. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *