alimentos orgânicos

Alimentos orgânicos: ampliando os conceitos de saúde humana, ambiental e social

Autora do livro “Alimentos Orgânicos”, um dos mais completos sobre o tema no Brasil e que acabou de ser reeditado, a nutricionista Elaine Azevedo explica as questões que envolvem uma alimentação saudável. Em entrevista à Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) ela aborda, não só do ponto de vista nutricional, a diferença dos alimentos produzidos com insumos químicos para os produzidos em bases ecológicas.

Segundo a estudiosa, é preciso analisar toda a rede de produção, levando em consideração as questões de saúde e econômicas, dentre outras, para entender o que é mais interessante para o consumo humano de alimentos. Nada pode ser desconsiderado, como o meio ambiente, e é com essa visão que ela defende a produção orgânica e agroecológica. Para ela, é muito importante, inclusive do ponto de vista econômico, a valorização da alimentação local e das feiras da agricultura familiar.

alimentos orgânicos

Teses levantadas

O livro é produto da atuação como professora e nutricionista interessada em orgânicos da autora, e começou a ser escrito no início do ano 2000. Além de abordar a relação entre saúde, alimentos e agricultura e a polêmica questão da qualidade dos orgânicos e do papel do consumidor nesse circuito comercial (e político) – primeira ideia do livro – foram introduzidas discussões, resultado de suas pesquisas de mestrado e doutorado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Em seu mestrado em Agroecossistemas abordou a relação entre qualidade de vida e agricultura familiar orgânica, a partir de um estudo que se debruçou sobre agricultores familiares no interior de Santa Catarina que optaram pela proposta da Agricultura Orgânica. O estudo de caso ajudou a elucidar a complexidade das relações das pesquisas sobre qualidade de vida no meio rural, ao mesmo tempo em que evidenciou a prática da Agricultura Familiar Orgânica como uma estratégia eficaz na promoção de qualidade de vida e de valores sociais nesse meio. O doutorado na Sociologia Política teve como objetivo central analisar as controvérsias sobre riscos e benefícios envolvidos no processo de construção social do conceito de alimento saudável com dois focos inseparáveis: os riscos e os benefícios à saúde e ao meio ambiente.

Quem é o público do livro?

Este livro é indicado para o consumidor e para todos os profissionais da área da saúde e ecologia – nutricionais, médicos, dentistas, enfermeiros, naturólogos, ecólogos e educadores ambientais, além dos produtores rurais e técnicos da área de produção de alimentos: veterinários, agrônomos, zootecnistas, tecnólogos e engenheiros de alimentos. Tem informações sobre os alimentos orgânicos dentro do contexto de saúde humana, social e ambiental, abordando questões diversas relativas ao modo de produção orgânica, ao custo do alimento orgânico, o papel do consumidor e do marketing educacional, a análise da produção orgânica no Brasil e o perfil do consumidor.

Sobre a autora

alimentos orgânicos É doutora em Sociologia Política (2009) na área de Sociologia Ambiental e Sociologia do Conhecimento Científico, com pesquisa em Controvérsias e Percepção de Análise de Riscos na Ciência. Fez estágio pós doutoral (2010-2011) no Departamento de Prática de Saúde Pública, na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, pesquisando os campos de estudo da Agroecologia e da Promoção da Saúde. Atualmente é Professora Adjunta na Universidade Federal do Espírito Santo, na Graduação e no Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais (PGCS) no Departamento de Ciências Sociais do Centro de Ciências Humanas e Naturais. É coordenadora do Grupos de Pesquisa CNPq/ UFES: Diálogos entre Sociologia e Artes e Ambiente e Sociedade. É membro da International Association of Socioloy. Áreas de interesse e atuação: Sociologia da Alimentação. Sociologia da Saúde. Sociologia Ambiental. Saúde Coletiva. Promoção da Saúde. Agricultura Familiar Orgânica e Agroecologia. Riscos Ambientais vinculados a produção de alimentos. Segurança Alimentar e Nutricional. Consumo Sustentável. Ativismo Alimentar. Arte Socialmente Engajada.

Alimentos orgânicosFonte: FAPESP, Agroecologia, Estante Virtual.

Atualização semanal

Receba oportunidades, editais, eventos e conteúdo exclusivo diretamente em seu email.

Cadastre-se

Apoie o canal 🙂

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Green Business Post.

Republique nosso conteúdo de acordo com a Collaborative Progress License!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *